AD (728x90)

  • SEMEC

    Secretaria Municipal de Educação, Esporte, Cultura e Lazer.

  • SEMEC

    Secretaria Municipal de Educação, Esporte, Cultura e Lazer.

  • SEMEC

    Secretaria Municipal de Educação, Esporte, Cultura e Lazer.

  • SEMEC

Pesquisar

Feature Top (Full Width)

Destaques

Últimas Notícias

terça-feira, 28 de março de 2017

SEMEC REALIZA ENTREGA DE BRINQUEDOS NA CRECHE DA COMUNIDADE DE CABEÇA DO BOI

Dando continuidade às entregas de brinquedos para a Educação Infantil, a Secretaria Municipal de Educação, realizou a entrega de várias unidades de brinquedos como bonecas, carrinhos,  piscina de bolinhas, tapetes alfanuméricos e blocos de montar. A entrega ocorreu nesta segunda-feira (27/03) na Creche da Comunidade de Cabeça do Boi, localizada na zona rural de Campo Grande/RN.
Os Recursos foram adquiridos através de repasses do Programa de Apoio a Creches: Manutenção Educação Infantil,  que tem priorizado o atendimento da demanda educacional de creches, visando à melhoria dos indicadores educacionais.
A Creche foi aberta este ano, oferecendo a modalidade de educação infantil para atender a demanda das crianças da comunidade. 
Foi uma conquista idealizada pela gestão TRABALHANDO COM O POVO, que vem mantendo o compromisso com a educação Campo-grandense, e seguirá realizando a entrega de todo material necessário para o desenvolvimento e manutenção da educação.














SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO CONCLUIU O DIAGNÓSTICO DO PLANO DE AÇÕES ARTICULADAS (PAR) 2016-2019


Nas últimas semanas, a Secretaria Municipal de Educação de Campo Grande esteve com suas atenções voltadas para a elaboração do PAR – Plano de Ações Articuladas do Município de Campo Grande/RN com metas estabelecidas para o período que se estende até o ano de 2019. No plano, a Secretaria fez um grande diagnóstico da situação educacional do município.
A conclusão do preenchimento do diagnóstico ocorreu nesta segunda-feira (27/03), com a participação da equipe da SEMEC e das equipes das escolas municipais, que representam o comitê local do PAR. A partir do diagnóstico é que será desenvolvido um conjunto coerente de ações, o que resultará no Plano de Ações Articuladas (PAR) do nosso município.
O PAR representa uma ferramenta de planejamento da política educacional brasileira comandada pelo MEC, visando avaliar a qualidade do ensino, nas esferas municipal, estadual e nacional.
Ações como aquisição de veículos para o Transporte Escolar, reforma de escolas, ampliação de escolas, aquisição de mobiliário e equipamentos para as escolas e creches, formação de professores entre outras estão previstas no plano.




quarta-feira, 22 de março de 2017

SUSTENTABILIDADE: ESCOLAS DE CAMPO GRANDE IMPLANTARÃO O PROGRAMA RESPONSABILIDADE COMPARTILHADA




Na manhã da última terça-feira (21), no Salão Prof. Maria Barbosa de Melo da Secretaria Municipal de Educação, aconteceu a apresentação do Projeto RESPONSABILIDADE COMPARTILHADA: "A escola no desafio dos resíduos", que aborda as temáticas de responsabilidade socioambiental e sustentabilidade. O projeto é uma iniciativa do mandato popular da Vereadora Luiza Vieira em parceria com a Prefeitura Municipal de Campo Grande, por meio da Sec. Muicipal de Educação, Cultura, Esporte e Lazer (SEMEC). Participaram da apresentação do projeto, o prefeito municipal, Manoel Veras, o secretário de Educação, José Jales e o mandato da senadora Fátima Bezerra, na pessoa do assessor parlamentar, Caramurú Paiva, o sec. municipal de Desenvolvimento Econômico, o sec. municipal de obras, Francini Pimenta, professores e gestores das escolas municipais e estaduais de Campo Grande. O projeto contou com a  apresentação do gerente executivo da ACASA, o sr. Antonio Gomes Batista (Braga). 

O Projeto será trabalhado nas Escolas do Município de Campo Grande, com estudantes do 4º e 5º ano do Ensino Fundamental, com intuito de apoiar as instituições escolares do município  na complementação de conteúdos curriculares relacionados ao meio ambiente, sempre alinhados às recomendações dos Parâmetros Curriculares Nacionais (PCN).

Será distribuído kits  para as escolas contendo caderno do professor, pôsteres temáticos e outros materiais de apoio em salas de aula. O tema proposto é “Resíduos sólidos: responsabilidade compartilhada”.

O kit educativo desta edição é composto pelos seguintes materiais: Caderno do Professor, Jogo Colaborativo Guardiões do Planeta, Cartaz “Calendário Ambiental da Turma” e Cartaz com a história em quadrinhos “Responsabilidade compartilhada: a escola no desafio dos resíduos”.

O objetivo do material é contribuir para a formação da consciência dos alunos sobre direitos e deveres ambientais. A ideia é trabalhar o tema da reciclagem de resíduos sólidos a partir da noção de “responsabilidade compartilhada”. Ou seja: todos nós (família, escola, empresas, governo) temos o compromisso de buscar soluções que minimizem os impactos causados por esses resíduos à saúde e ao meio ambiente. Para isso, a proposta é que os alunos conheçam a Política Nacional de Resíduos Sólidos de forma adaptada à faixa etária, que tem como objetivo ser um chamado para que cada um dos agentes da sociedade cumpra o seu papel na gestão dos resíduos sólidos. O projeto também tem a proposta de que os alunos se sintam parte desse sistema e que, a partir dessa reflexão, proponham ações individuais e coletivas no ambiente da escola e da família.

Tema da edição 2017

O tema proposto no PEA desde a edição de 2016 é Resíduos sólidos: responsabilidade compartilhada. A ideia é contribuir para a formação da consciência dos alunos sobre direitos e deveres ambientais, a partir da noção de “responsabilidade compartilhada”. Ou seja, todos os agentes da sociedade têm o compromisso de buscar soluções que minimizem os impactos causados por esses resíduos à saúde e ao meio ambiente. Para tal, os alunos terão contato com a Política Nacional de Resíduos Sólidos de forma adaptada à faixa etária, que tem como objetivo ser um chamado para que cada um dos agentes da sociedade cumpra o seu papel na gestão dos resíduos sólidos.

Avançando na temática, a proposta do novo ciclo é explorar novos desafios das escolas nesse contexto. Em 2017 o enfoque está voltado essencialmente para o papel desse espaço educador na comunidade. Para tanto, o programa se propõe a abordar o conceito de escola sustentável, que tem como fundamento a criação de um ambiente com o envolvimento das famílias e da comunidade, em que as crianças sejam ouvidas e possam contribuir na construção de acordos e propostas de mudança com vistas a um modo de vida mais sustentável. Assim, um desdobramento do tema central é a participação infanto-juvenil, que é essencial para estimular a cidadania e a responsabilidade em relação aos ambientes em que vivem.

CONHEÇA MELHOR O PROJETO: http://inpevcampolimpo.org.br/















FONTE: CGPLAY

segunda-feira, 20 de março de 2017

Bolsa Família: Sistema da frequência escolar está aberto para impressão dos formulários


Secretarias estaduais e municipais de educação iniciaram nesta quinta-feira, 16, o processo de coleta e registro de frequência escolar dos beneficiários do Programa Bolsa Família referente a 2017. O período para registro dos dados referentes a fevereiro e março no Sistema Presença começa no dia 01 de Abril.
A assiduidade de crianças e adolescentes entre seis e 17 anos em salas de aula é uma das condições essenciais para a continuidade do recebimento do benefício do Bolsa Família. O Ministério da Educação, por meio da Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização, Diversidade e Inclusão (Secadi), realiza o acompanhamento da frequência escolar dos beneficiários a cada dois meses.
A coleta e registro dos dados mobiliza, bimestralmente, cerca de 40 mil profissionais da educação. O acompanhamento também permite identificar os motivos da baixa frequência escolar, gerando diagnósticos educacionais e territoriais.
A titular da Secadi, Ivana de Siqueira, explica que “esse acompanhamento é feito com a parceria de estados e municípios, com o objetivo de combater o abandono e a evasão escolar e estimular a permanência e a progressão escolar das crianças e jovens em situação de vulnerabilidade social, integrantes de famílias beneficiárias do Bolsa Família, colaborando, assim, para a universalização da educação básica”.
Além disso, ela afirma que o levantamento também é um dos principais indicadores da situação de vulnerabilidade social em que se encontram as famílias beneficiadas pelo programa.
Programa – O Bolsa Família é um programa de transferência direta de renda que visa melhorar as condições de vida das famílias em situação de pobreza e extrema pobreza no Brasil. Para receber o benefício, as famílias se comprometem a cumprir condições nas áreas de saúde e educação; nesta última, mantendo os filhos na escola.
No âmbito da educação, a condição para receber o benefício é que as crianças e adolescentes de seis a 15 anos tenham frequência mínima de 85% da carga horária escolar mensal, em estabelecimentos de ensino regular, e jovens com 16 e 17 anos devem ter frequência mínima de 75% da carga horária escolar mensal. Nos casos em que os beneficiários apresentarem baixa frequência, as escolas devem informar os motivos que sinalizam maior vulnerabilidade social das famílias e de crianças e adolescentes em situação de pobreza.
Fonte: MEC

ESCOLAS DO CAMPO RECEBEM KIT ESCOLAR E LIVROS DIDÁTICOS

O secretário de educação do município de Campo Grande, professor José Jales de Souza, acompanhado de sua equipe de gestão, entregou aos estudantes das escolas do campo o kit pedagógico e livros didáticos de 2017.
As unidades de ensino contempladas foram "Escola Municipal Professora Maria Idalina de Freitas", sítio Morcego, "Escola Municipal Antonia Carmetildes Fernandes", sítio Milagres, "Escola Professora Fausta Paulina de Brito", sítio Salgado, todas na zona rural de CG.
"Muito gratificante ver no olhar dessas crianças a esperança e a alegria contagiante delas que são o presente e futuro da nossa cidade. Estamos aqui para entrega de livro didátcos e do kit pedagógico. Em breve, teremos mais novidades", frisou Jales.
O kit é composto pelos seguintes ítens: caderno de capa dura, caderno de brochura, lápis esferográfico, lápis grafith, régua, borracha, apontador, giz de cera, massa de modelar, cola branca, livro didático, coleção de cor (madeira), tinta guache e cartilha do ABC.
A nova gestão educacional tem envidado todos os esforços para garantir uma educação de qualidade, com a oferta de boa merenda feita com o acompanhamento de uma profissional nutricionista, transporte escolar, material escolar e valorização dos profissionais da educação campograndense.

sexta-feira, 17 de março de 2017

PELA PRIMEIRA VEZ ALUNOS DA REDE MUNICIPAL DE ENSINO PARTICIPARÃO DOS JOGOS DA JUVENTUDE ESCOLAR DO RN (JUVERNs)

O Coordenador Municipal de Esportes, Jorge Ricardo de Brito Bezerra, participou da reunião regional do JUVERNs no dia 13 de março na DIRED de Assú com a presença do secretário do Estado de Esporte e Lazer, Francisco Canindé de França. Na ocasião o coordenador pôde incluir a cidade de Campo Grande para participar da V Copa Escolar de Futebol.
Conforme o coordenador dos JUVERNs, professor Fábio Bezerra, as federações que participaram do encontro foram das 13 modalidades que estão inseridas nos JUVERNs e Jogos Escolares da Juventude, etapa nacional.
O encontro foi para apresentar a programação dos Jogos da Juventude Escolar do Rio Grande do Norte (JUVERNs) que começam no mês de maio. Antes serão realizadas as 16 regionais em parceria com as DIREDs para divulgação dos jogos nos municípios.
De acordo com Canindé de França, a meta dos JUVERNs 2017 é ultrapassar a marca de 400 escolas da rede pública e privada de ensino, alcançando um número recorde de participantes, cerca oito mil alunos/atletas. "Tivemos um aumento de participação de 107% na edição do ano passado e nosso objetivo é continuar crescendo, por isso queremos contar com o apoio das federações para levar os JUVERNs para mais de 100 municípios e 400 escolas entre municipais, estaduais e privadas, atingindo uma participação de mais de oito mil alunos", revelou o secretário.
       Em 2015, o número de participantes foi de 2.425 alunos/atletas, enquanto que em 2016 foram registrados 5.033. O número de escolas públicas e privadas adeptas também aumentou. Saltou de 206 escolas em 2015 para 339 em 2016, um aumento expressivo de 64,56%.
O início das Competições do Garoto Bom de Bola está previsto para o dia 29/04.



FONTE:  http://www.seel.rn.gov.br

quinta-feira, 9 de março de 2017

AULAS INAUGURAIS ABREM ANO LETIVO EM ESCOLAS MUNICIPAIS DE CAMPO GRANDE




No último dia (06), segunda-feira, a rede municipal de ensino do município de Campo Grande realizou suas aulas inaugurais, voltadas para os pais e responsáveis pelos alunos de suas respectivas instituições escolares que tiveram seus espaços e auditórios lotados com forte presença dos pais e educadores das respectivas instituições. Participaram ainda de todas as aulas inaugurais o Prefeito Manoel Veras, o Secretário Municipal de Educação, José Jales, a Secretária Municipal de Desenvolvimento Social, Iracema Maniele, o conselho tutelar e assistentes sociais.

Jornada Pedagógica – A Secretaria Municipal da Educação (SEMEC) promoveu durante a a Jornada Pedagógica, um conjunto de atividades visando elaborar o planejamento acadêmico a ser adotado durante o ano, estabelecer metas e desafios para o período. A iniciativa acontece a partir de um trabalho integrado entre a (SEMEC), Conselho Municipal de Educação,  diretores, professores, estudantes e a comunidade. 
Em todas as instituições foi frisado a importância da presença e do acompanhamento dos pais na vida escolar dos seus filhos, e como a influência dos pais incentiva a criança  na escola que traz consigo experiências adquiridas no convívio com meios anteriores o que permitindo-os formar uma determinada visão sobre si mesmos e como o convívio na escola significa para as crianças e jovens uma ampliação em sua esfera de relações. 
"Quanto mais os pais conversam sobre a escola, visitam o local, se envolvem com as lições e os trabalhos e incentivam o progresso educacional dos filhos em casa, melhores serão suas habilidades sociais." Citou José Jales, Secretário de Educação, em sua palavras na Escola Prof. Joaquim Leal Pimenta.

"Quando a criança se sente ouvida, apoiada, prestigiada, se sente mais estimulada para aprender e aproveitar todas as oportunidades que a escola promove, ganha a criança, a família e a escola. Neste processo somos todos vencedores. Não mediremos esforços para fazermos o melhor para a educação do nosso município." Disse o Prefeito Manoel Veras na Escola Ieda Medeiros, o mesmo destacou ainda que na instituição a maioria dos responsáveis presentes na aula inaugural eram de pais, diferente das demais instituições, e do que geralmente onde acontece em sua maioria as mães se interessam e participam das reuniões voltadas para os pais. 

A Secretária de Desenvolvimento Social, Iracema Maniele, destacou a importância do trabalho em conjunto de toda a Secretaria de Desenvolvimento Social, com a Secretaria de Educação, Cultura, Esporte e Lazer, dando total suporte as instituições escolares, por meio do cadastro único que garante o beneficio e a inserção dos beneficiários em vários projetos sociais, assim como atendimento e acompanhamento de psicólogos, assistentes sociais e demais profissionais. A mesma destacou ainda que o acompanhamento dos pais e o incentivo a frequência e assiduidade dos alunos na escola, garantem a permanência e aptidão das famílias quanto ao rebebimento do programa Bolsa Família. 

Na Escola Creche Municipal Dione Nogueira Veras, foi anunciado pela secretária Iracema Maniele, o programa Criança Feliz, no qual será um novo programa adotado pelo município que será destinado a crianças de 0 a 6 anos e ainda com gestantes.

Em todas as Escolas destaca-se a organização e ornamentação feita para o melhor acolhimento dos alunos, pais, educadores e demais funcionários das instituições escolares.


ESCOLA MUNICIPAL IEDA MEDEIROS DANTAS SALDANHA







ESCOLA MUNICIPAL PROF. JOAQUIM LEAL PIMENTA


















ESCOLA CRECHE DIONE NOGUEIRA VERAS








FONTE: CGPLAY

Feature (Side)

Escolas

© 2013 SEMEC CAMPO GRANDE/RN . All rights resevered. Designed by Templateism